terça-feira, 8 de abril de 2014

Vale a pena comprar carro na Austrália? - O.B.O

 Como comprar um carro na Austrália a minha experiência na Gold Coast. 

Partimos de mala e cuia para Austrália, nosso destino Gold Coast! Depois dos primeiros passos principais, como arranjar apartamento, se habituar a escola, havia chegado a hora do possante!
Iriamos ficar lá 10 meses, isso já estava certo, com nossas aulas em curso começamos a cogitar a ideia de comprar um carro.
Os preços foram os principais atrativos, e uma “caranga veia” variava entre $900 e $2500, uma grana que a gente poderia investir e que ia ser uma mão na roda.
O apartamento que estávamos alugando tinha vaga de garagem, e para conhecer a cidade e viajar seria muito show!

Na época eu já havia levado uma tradução juramentada da minha carteira de motorista. Como iria ficar lá por bastante tempo foi uma opção que na própria agência de intercâmbio me foi oferecida. Na época a carteira de motorista internacional era válida apenas por 3 meses, mas hoje quando fui refazer a minha para nossa trip na Europa de Motorhome ela veio com a mesma validade que a minha carteira de motorista.
Apesar da carteira brasileira normal ser bem aceita, na minha opinião vale a pena investir nisso e ter a garantia de estar do lado certo da lei, né?!
Voltando ao carro, começamos a procurar nos sites de carros usados como no http://www.carsales.com.au e a princípio era muito difícil escolher. A gente ainda estava muito cru e inseguro no inglês e por enquanto estávamos apenas pesquisando.
Até que certo dia, passeando de magrela no mesmo quarteirão da nossa casa ele sorriu pra mim. 
Ali estava ele, estacionado com uma bela placa de vende e o telefone. 

Primeiro liguei para a Annete e na sequência liguei pro anunciante.
Com sotaque arrastado marcamos de se encontrar, e no telefone ele já havia me dito o valor, “two five”, mas até ai entender que “two five” ele queria dizer $2500 demorou.
Dica se ver uma plaquinha no carro escrita O.B.O fique atento isso significa- Or Better Offer. Ou seja o cara está disposto a negociar.
Ele deu a chave na minha mão e falou que eu podia testar, dei uma volta no quarteirão, isso foi tudo!
Eu e a Annete somos um pouquinho ansiosos... não deu outra meia hora depois tínhamos comprado o carro. Um Toyota Corolla 86, manual.
A gente na balsa em um dos rolês que fizemos com o carro.

Começamos o processo de transferência e ai que é preciso ficar esperto, há uma inspeção para que o carro possa ser registrado, a inspeção controla tudo, desde a qualidade do cinto de segurança até vazamento de óleo e etc... então é muito importante na hora de comprar um carro usado conferir esse documento, ele precisa estar em dia e válido para não ter dor de cabeça.
Com tudo certo marcamos um dia para assinar a transferência e no conselho de trânsito da Gold Coast registramos o carango, companheiro desse nosso ano na Austrália.
E concidentemente nesse mesmo dia consegui meu emprego australiano.
Depois de fechar a papelada do carro, fomos comer na Pizza Hut, ao lado,  um cartaz anunciava emprego de entregador de pizza, precisa ter carro próprio. Parecia um chamado! Não deu outra me inscrevi e uma semana depois estava na minha entrevista de emprego e entregando pizza!
Valeu muito a pena aproveitamos e viajamos muito com o carro, no fim da trajetória do carro fiz algumas contas, como por exemplo o quanto teríamos gastado de ônibus no período e empatava, com o conforto extra e a liberdade do carro valeu cada centavo. 
Isso sem contar a grana que eu fiz com o trabalho que consegui.
E o melhor o carro nunca quebrou, nem deu nenhuma dor de cabeça.
Quando assisti esse comercial me identifiquei muito.
Afinal era uma armadilha um Corolla nunca quebra.

Mesmo assim fiz um seguro, que na verdade era uma assistência em caso de pane. Na RACQ. Aqui tem uma tabela certinho o que eu fiz foi o road assistence que é a assistência em caso de pane, bem básico. 
Nunca usei mas vale a pena, e o valor não é tão alto.
Vender o carro.  Foi mais complicado depois de quase 15.000 kms rodados o bichinho tava sofrido, e não consegui passar na aprovação mecânica para o documento de transferência. 
Na época fiz tudo na Auto Leaders, que é uma franquia de oficinas de carros que tem pela Gold Coast. Quando comprei o carro o documento de aprovação de transferência era de lá. E como era perto da minha casa aproveitei. 

O orçamento pra deixar tudo em ordem era de quase $1.000.
Mesmo anunciando no Car Sales, colocando plaquinha, nada... Com O.B.O ou sem, apareceu alguns interessados mas nada de venda... tivemos que ir baixando o preço, e no fim das contas chegando a data de voltar pro Brasil tinha que vender de qualquer jeito... $500 deixei na mão de um cara, que se responsabilizou em fazer as reformas e registrar, e voltei pro Brasil espero que não esteja mais no meu nome...






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Zen e Caos- Viagem pela Tailândia

Postagens populares