sexta-feira, 5 de abril de 2013

Cine Jóia- A casa de show uma das reliquias de São Paulo

Cine Jóia- Casa de show e baladas no centro de São Paulo.


Ontem fui pela primeira vez no Cine Jóia em São Paulo. A casa varia sua programação entre shows variados e baladas para todos os gostos. 
A casa que abriu para a noite em 2011, vem se destacando no cenário da noite paulista. 
Muita história já passou por ali, a apenas dois quarteirões da praça da Liberdade, e mais dois quarteirões da praça da Sé o Cine Jóia está no coração de São Paulo, decerto que esse coração está em fase de recuperação com algumas boas artérias entupidas. O centro velho apesar das recentes revitalizações  ainda sangra, com aquela cara de "quebrada" e com muitos moradores de rua. 


Mesmo com esse aspecto o charme da região compensa!
O Cine Jóia está por ali desde 1952. Foi inaugurado como cinema, focando em filmes japoneses, atendendo a comunidade oriental recém chegada em São Paulo, que dá as caras da Liberdade até hoje. Ao que dizem as primeiras exibições de Akira Kurosawa no Brasil foram naquele cinema. 
Depois de  anos de funcionamento, a crise se abateu sobre o cinema e em 1980 o cinema foi vendido para se tornar uma Igreja Pentecoastal.
A revigoração veio  para melhorar e dar cara nova ao lugar. 
A pista em formato de diamante é única, e o único ambiente diferenciado e um mezanino.



-Os pontos positivos da casa são o formato e o estilo claro. Mas além disso o piso reclinado em direção ao palco é perfeito para os shows, de qualquer lugar da pista é possível ter uma ótima visão do palco, a casa comporta até 1500 pessoas, mas a pista fica tomada, e sem muito espaço livre.
A iluminação das paredes dão o toque da casa, feita na medida respeita a arquitetura do local e realça o relevo das paredes.


-Os pontos negativos são as filas e a péssima organização do bar. 
Os únicos 3 caixas ficam pouco para atender todo o público e a fila praticamente da a volta completa no salão. 
Além disso os dois espaços de bar são um tanto confusos, em um bar lateral só tem Chopp e latinha de cerveja, no bar central todas as opções de drinks e soft drinks estão disponíveis, então se você quiser um Chopp e uma vodka ou coca se prepare para uma peregrinação entre os bares, que com o ambiente cheio não é fácil. 
Outra decepção foi o sistema de fichas, ao comprar no caixa é preciso especificar todo o seu pedido, ou seja comprei um ficha de Chopp que custava oito reais, o mesmo preço da latinha, mas quando fui pegar o meu o barril tinha acabado e eles estavam trocando, sem previsão de um bom chopp gelado, ao invés de simplesmente poder pegar uma latinha de cerveja que custava o mesmo preço tive que esperar todo o processo perto da fila que já se acumulava. 
Ou seja em linhas gerais a casa é legal mas deixa a desejar, principalmente se você estiver a fim de beber lá dentro. 

Os preços da entrada variam dependendo do show ou da festa, mas ficam numa média de cinquenta reais, já as bebidas começam em oito com a cerveja e quinze a dose de vodka.
Pra chegar lá de metro, é pertinho do metrô liberdade, indo te carro tem Valet na porta, na saída taxis se enfileiram na porta, deixando fácil pegar um. Então se beber não dirija, não tem desculpa dá pra chegar de metrô e ir embora de taxi, aproveite!
Apesar dos pontos negativos curti a casa, e voltaria tranquilamente.


 Fotos: divulgação







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Zen e Caos- Viagem pela Tailândia

Postagens populares