domingo, 18 de novembro de 2012

Viajando com a Tam- Desinformação e aeroporto lotado em véspera de feriado.


Paraíso, carnaval fora de época, foram essas algumas das sensações dos paulistas que puderam emendar o max-feriado, 15 de novembro na quinta-feira e o 20 de novembro na terça-feira, seis dias caíram do céus para os afortunados. Para mim que vou ter que trabalhar na segunda-feira dia 19, não virou carnaval, mas também não posso reclamar de um feriadinho de 4 dias.
Aproveitamos a data para viajar um pouco, e o destino escolhido foi Belém do Pará, além de visitar a família, aproveitamos para respirar um pouco os ares amazônicos.


Mas como feriadão em São Paulo, todos querem fugir começou o caos.
O primeiro medo era quanto tempo levaríamos para chegar no aeroporto de Guarulhos, já que íamos encarar a sempre engarrafada marginal do Tietê para chegar lá.


Nosso voo saia as 22 então com alguma antecedência, conseguimos sem problemas e milagrosamente sem muito trânsito chegar ao aeroporto.
O caos começou no local de embarque do aeroporto, lotado, todo o trânsito que não pegamos para chegar lá, pegamos na hora de desembarque a poucos metros do nosso destino final, a fila do check-in.
Chegamos ao destino, tudo em tempo e tudo certo aí as decepções e dores de cabeça começaram. Com ajuda da TAM- com seu jeito TAM de voar.
Para agilizar o processo fomos direto ao totem, informatizado e com tecnologia avançada para facilitar a vida do viajante, ou não.
Ao tentar fazer o check-in pelo totem recebemos o angustiante aviso na tela: Fila de Espera.
Fila de Espera??? Como assim?
Pedimos informação ao funcionário da companhia que estava por ali, e a notícia é que teríamos que ir falar com o agente da TAM, encarando a fila monstruosa do check-in ou ir direto a loja TAM. Não estava entendendo já que estávamos com tudo certo. Qual era o perrengue?

Desinformações e descaso com os clientes começaram. Chegando na loja fomos recepcionados antes da fila por uma funcionaria desinformada que ao escutar a palavra-chave: Fila de Espera, nos mandou para o guichê de Fila de Espera.Sem nem mesmo escutar direito nossa solicitação. Em véspera de feriado, milhares de passageiros sem vôo, o guiche da fila de espera estava uma verdadeira zona.
Resolvemos tomar a melhor decisão do dia, me mantive na fila da fila de espera enquanto a Annete, foi atrás de melhores informações e acabou na fila do check-in.
Depois de uns 15 minutos na fila, um baita caos, descobri com uma funcionaria que aquela fila não me adiantaria de nada.
Obrigado Tam.
Depois de mais uma meia hora na fila do check-in, finalmente fomos super bem atendidos. 
O que nos explicaram era que como era um vôo que estava muito cheio o check-in teria que ser feito essencialmente pelo guiche, e liberado pela gerência e não pelo totem. Claro que devido ao famoso e adorável overbooking.
Mas me pergunto a mensagem do totem não podia ser mais agradável? Como por exemplo: Faça o check-in no balcão.
Depois dessa ótima experiência, conseguimos despachar as malas e nosso cartão de embarque...Ufa. Não podia ter sido mais fácil?
Agora se você sofrer algo parecido e ao tentar o check-in no totem receber a deliciosa mensagem fila de espera, não se desespere, nem sofra por antecedência, é só o jeito TAM de voar.

P.S:.-19/11/2012-.. Na nossa volta o fator overbooking aconteceu de novo, mas há males que vem para bem...Tiramos a sorte grande e ganhamos duas poltronas na classe executiva, isso sim que é sorte. Voando na madrugada nada melhor que aproveitar a poltronona com uma boa dormida. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Zen e Caos- Viagem pela Tailândia

Postagens populares