sexta-feira, 13 de julho de 2012

Emirados Árabes - Dubai. Será que vale a pena?



 Dubai não estava nos planos. A visita nesse deserto das Arábias nunca foi nosso sonho, mas viajar seja pra onde for, se surgir uma oportunidade, estamos dentro! 
A parada em Dubai surgiu como uma escala com stop over do nosso vôo da Austrália para São Paulo via Emirates. Estávamos lá, fomos conhecer o paraíso dos Sheiks e das Burcas.
Um medo inicial grande, notícias recentes do casal inglês que havia sido preso pois estavam se beijando em público rondavam nossas mentes, e os avisos e recomendações de viagem dos parentes no Brasil sempre passavam por esse capítulo.
O procedimento de visto foi feito via internet e escritório da Emirates. Desembarcamos e demos de cara com os Ali Babas, os agentes do aeroporto. Todos vestidos a caráter, e não estávamos em uma festa a fantasia nem "Dia do Orgulho Sheik", aquele  era uniforme dos agentes de alfândega:


Pensa nessa roupa com um turbante, como não podia tirar foto lá foi o melhor que consegui.

Com toda documentação do visto pronta, partimos para enfrentar as famosas filas burocráticas, normais na entrada de qualquer país. De cara já vimos que não estávamos em um país ocidental, como os que estávamos acostumados a visitar. As filas eram divididas por sexo, homem pra um lado mulheres pro outro, reconhecimento de retina para saber se não éramos terroristas. Não me confundiram com o filho do Bin Laden! Ufa tudo certo 
E aquela sensação gostosa de entrar em um país novo. 

Nosso hotel já estava reservado, uma das exigências para entrar no país. Então rumamos para nossa morada nessa curta, no entanto, interessante passagem por Dubai. De cara o que impressionou não foi a imensidão dos prédios nem a famosa arquitetura da cidade,  uma pseudo fumaça com cara de neblina inundava os ares. Na verdade era como se fosse uma tempestade de areia, o deserto invadia a cidade deixando tudo branco e muita areia no asfalto.



Mesmo com toda imensidão e luxo da cidade é possível encontrar hotéis baratos, e “normais". Foi um desse que encontramos, com preço justo e nada demais, ficamos no Jormand Hotel. Nada de uma ilha inteira pra você ou quartos debaixo d’agua com janelas para os peixes.

O que Dubai tem? Shopping. E eu como não sou muito fã, já tendia a não gostar tanto da cidade, mas minha parada numero um já estava programada: Emirates Mall, o famoso shopping que tem uma pista indoor de snowboard.
Fiz um post só sobre Snowboard indoor, entra aqui.
Me decepcionei um pouco pois queria encarar ou pelo menos tentar encarar os obstáculos da pistas; os horários que são permitido usar os obstáculos são marcados e mesmo eles estando lá prontos para passar não teve conversa, não pude passar. Se você quiser encarar os sliders e rampas do lugar é bom ficar ligado nisso.

Mesmo num lugar como esse que parece ser tudo muito legal e diferente, um ar meio intimidador corre pelos corredores. Placas indicam o tamanho mínimo para as saias ou bermudas de mulheres, e mulheres todas cobertas de preto só com os olhos de fora não são as mais receptivas do lugar. Embora seja um lugar turístico e um destino internacional uma leve hostilidade está sempre no ar. 
Mulher caminha de burca nas ruas da cidade.

Pegar taxi, apesar de barato, não é das experiências mais acolhedores. Com um inglês péssimo os taxistas mal humorados e grossos, não são os melhores guias na cidade. Andar de ônibus nem pensar, os mochileiros terão que achar outras formas de locomoção, apesar de uma estrutura ótima, com ar condicionado no ponto, esses só servem os moradores locais. Outra opção é o metrô, mas não andei para dizer como é. De modo geral, ou você aluga um carro ou se contenta em ser mal atendido por um taxista.
Conhecemos outros shoppings, todos com mania de grandeza como o Batuta Mall, que cada ala representa um lugar do mundo.






Decidimos nos aventurar por um passeio no deserto. As Land Rovers saem da cidade e te levam para a aridez imensa do deserto. Como estávamos só nos dois, eu e a Annete, nosso carro foi ocupado também por uma trupe francesa: mais dois casais animados na nossa Land Rover. Estávamos prontos para a aventura!




Primeira parada foi um passeio de quadriciclo no deserto, com taxas a parte do passeio inicial, fomos “intimidados” a participar pelo motorista, afinal não era nada mal dar uma acelerada nesse brinquedo de quatro rodas. Vimos a dupla francesa que estava no nosso carro quase se matar em um tombo animal de quadriciclo. Sabe uma daquelas cenas que é tão impressionante que quando você fecha os olhos consegue ver perfeitamente na sua cabeça? É, foi assim tipo uma trapalhada do Faustão! Pouca sinalização e explicação do que podia ou não ser feito. Era isso, capacete na cabeça e acelerar.
Depois dessa parada seguimos viagem para enfrentar areia e muita areia, com emoção! Podiam ser Bugues nas dunas do nordeste, mas são Land Rovers no deserto de Dubai, o passeio é o mesmo. 


Uma paisagem interessante, mas um tanto desconfortável. Muita areia, que com vento entrava em tudo que era lugar.

A parada final do passeio foi em uma espécie de Oasis no deserto, com uma estrutura para dar uma voltinha de camelo, e apreciar um pouco da cultura local.


A Annete se arriscou em uma tatuagem de rena.



Mas o legal, apesar da areia ainda incomodar com o vento constante, foi ver as danças e apreciar um narguile e a comida local.








E assim foi nossa breve passagem por Dubai, 3 dias diferentes e curiosos.
Voltaria? Acho que não. Sairia do Brasil pra ir até lá? Acho que não também, mas valeu a experiência.
Quem sabe com muito dinheiro no bolso, pra se hospedar em uma ilha só pra mim, sacar ouro no caixa eletrônico, alugar uma Ferrari, eu volte. Mas se não for esse seu objetivo como não é o meu, pensaria várias vezes antes de por no topo da lista de viagens. 





Produto de clareamento facial, que tal?










    
 E você, já foi pra Dubai? Tem vontade?Discorda?

Conta ai.

7 comentários:

  1. Muito bom o post viu!
    Eu acho q penso q nem vcs. Tb aproveitaria a chance, mas nao sei se iria por livre escolha NESTE momento. Tenho outros lugares antes na minha lista.
    Mas é certeza que Dubai é uma experiencia única!
    ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Mauricio!! Legal q você gostou!!

      É isso ai... é diferente e único... Mas... pode ficar lá em baixo na lista.
      Pelo tempo e dinheiro investido, acho que tem vários lugares que valem mais a pena.

      Excluir
  2. Bem legal o Blog, iremos a Dubai em Novembro. Vamos ver que surpresas nos aguardam.

    Abraços,

    Tiago.
    http://dicasdeviagemdatata.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Legal Tiago Valeu!!
    Viajar é sempre uma caixinha de surpresas não é? Isso que eu acho mais legal!!
    Aproveitem a viagem, e se derrepente voltarem com uma opinião completamente diferente da minha, voltem aqui pra me contar!!
    Afinal posso ter tido uma ma experiência...

    Abs!

    ResponderExcluir
  4. Estava agendando uma viagem para Dubai, já que vou para o Sudeste Asiático, mas o que vocês mostraram, me desanimou um pouco. Aquela sensação de lugar novo, acho que não teria, pois já visitei lugar com cultura semelhante árabe, o Egito. Vou pesquisar mais para saber.....Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opinião é assim né! Cada um tem a sua, tenho certeza que deve ter gente que adorou Dubai, mas para mim deixou a desejar.

      Excluir

Zen e Caos- Viagem pela Tailândia

Postagens populares