sábado, 19 de maio de 2012

Lagoa da Pampulha- Museu de Arte e encontro com as Capivaras




Comecei meu passeio pela lagoa, a tarde, caminhando pelo seu entorno.
O entorno da Lagoa da Pampulha tem uma pista de corrida/ciclovia muito utilizada pelo pessoal que está querendo praticar atividades físicas. Ao entardecer vários carros vão encontrando pontos estratégicos para estacionar, e a movimentação na normalmente pacata lagoa muda.

Meu destino era o Museu de Arte da Pampulha, famoso por ser uma construção de Oscar Niemeyer, dentro do projeto do conjunto arquitetônico da Pampulha, proposto por Juscelino Kubistchek,  o então prefeito de Belo Horizonte em 1940.





Além do Museu de Arte,originalmente um cassino, Niemeyer também projetou a Igreja de São Francisco, que se tornou o marco da Pampulha, e a Casa de Baile, que funcionou atrelada ao cassino até a proibição de jogos de azar,no Brasil, em 1957.


Cheguei ao museu, e me deparei com o jardim primeiro contato com a obra do famoso arquiteto.


   


A exposição em cartaz, Lição de Coisas de Nydia Negromonte ( em exposição até 24 de Junho de 2012), propõe uma reflexão do corriqueiro, pias, bebedouros e tanques estão montados em interligação a caixa d'água do museu, ou seja todas as obras "funcionam".
Objetos comuns desconectados de suas origens.
Inusitado, e bastante subjetivo.


A TV Conecta BH, explica melhor a exposição em entrevista com a curadora do museu em vídeo abaixo:







No entanto o pôr do sol merecia contemplação digna de obra de arte, e no jardim dos fundos do Museu muitas capivaras que pouco se importavam com minha presença, aproveitavam os últimos raios de sol do dia.


Dia perfeito para um passeio fotográfico aproveitei!






Fofinhas não?



Entardecer na Pampulha













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Zen e Caos- Viagem pela Tailândia

Postagens populares